6 de outubro de 2009

Provável

Garoto improvável da risada mais gostosa,
divide comigo um colchão de solteiro,
a mesa de bar e o camarim.

Me dá e me prova,
mil beijos.
Dos mais carinhosos aos mais atrevidos e
me deixa dormir no teu ombro.

Garoto improvável que desperta,
com o suspiro mais verdadeiro que já escutei.
Das suas surpresas mais improváveis,
Pra mim já não é mais surpresa, gostar de você.

5 comentários:

Fernanda Tab. disse...

ô coisa boa hein?!
o sentimentos tão improváveis...os melhores...

como diz Vanessa da Mata:

"menino bonito, menino bonito, ai..."...

Bru Brig. disse...

Hmmm...
mto bom reconhecer nas suas palavras, de quem se fala. Fico feliz com a resposta!

Bianca disse...

Faço das palavras da Bruna as minhas...

Cris Chevriet disse...

Tá muito bom o texto, com elementos universais que todo mundo se identifica,como os improváveis gostosos e prováveis bons demais, texto e tema!!!

Nanda disse...

ok, não é Vanessa da mata, é a Cel.
ou será Céu?
rs...